10 principais dicas de SEO – Como melhorar seus rankings no Google

Não importa se você tem um site lindamente renderizado ou um portfólio impressionante, você não irá muito longe se não tiver SEO suficiente (Search Engine Optimization). A questão é que Google, Yahoo e Bing são extremamente objetivos quando se trata de coisas como sitemaps, alt tags e palavras-chave – só para citar alguns. Entender a terminologia não é tão importante, mas entender como melhorar seu SEO é.

E a boa notícia é que você não precisa nem de empresa de marketing digital nem de um consultor seo para começar. Neste artigo vamos te ensinar os 10 principais fatores que você deve se atentar.

O que é Search Engine Optimization (SEO)?

SEO é o processo no qual o tráfego para o seu site é aprimorado a partir de mecanismos de pesquisa como Google, Yahoo e Bing por meio de resultados de pesquisa orgânica ou algorítmica em mecanismos de pesquisa. Quanto mais alto um site aparecer nos resultados de pesquisa, maior será o número de visitantes que a página receberá do mecanismo de pesquisa.

Existem vários métodos para melhorar a classificação das suas páginas sem se submeter aos esquemas pagos oferecidos pelos motores de busca. Listados abaixo, e sem uma ordem específica, estão 10 que acreditamos serem absolutamente vitais! Veja também: Criação de Sites profissionais preço.

 

1. Títulos de página

A tag de título é usada pelos mecanismos de pesquisa para exibir uma página nos resultados da pesquisa, além de aparecer na parte superior do navegador. Essas tags informam aos usuários e spiders de pesquisa sobre o que sua página se trata. O Google exibe apenas entre 50 – 60 caracteres em suas tags de título, portanto, é importante manter as descrições curtas, atraentes e relevantes. Palavras-chave e tópicos de página devem aparecer na frente.

 

2. Palavras-chave

A colocação de palavras-chave em todo o seu site é talvez uma das táticas de SEO mais importantes. É útil levar em conta como alguém pesquisaria informações sobre o serviço ou produto específico que você está oferecendo, já que as palavras-chave usadas são provavelmente as palavras-chave que você deseja usar.

MAS certifique-se de não adicionar uma quantidade absurda de palavras-chave, especialmente se não forem relacionadas, pois isso pode fazer com que seu site seja sinalizado como spam. Os spiders dos mecanismos de pesquisa são programados para ignorar o “enchimento de palavras-chave”.

 

3. Tags ALT

Cada imagem e vídeo que você tem em seu site pode ter palavras descritivas adicionadas à sua marca. Eles são conhecidos como descrições de texto alternativas. Essas descrições permitem que os mecanismos de pesquisa localizem sua página usando as palavras-chave encontradas em suas descrições de imagem e vídeo, bem como o texto usual em todo o site. Aumentando assim as oportunidades que o seu site encontra, o que consequentemente aumenta o seu ranking da página.

 

4. Sitemaps

Um mapa do site – uma página listando e criando links especificamente para todas as outras páginas principais do seu site – permite que os spiders de pesquisa localizem páginas rapidamente e com mais relevância para a pesquisa em questão. Portanto, cada página é mais fácil de encontrar, tanto para os spiders quanto para os usuários, e pode ser alcançada com significativamente menos cliques.

 

5. Site móvel

‘Com quase 70% do tráfego orgânico vindo de dispositivos móveis em 2019’, não é surpreendente que os sites com uma interface amigável para dispositivos móveis tenham uma classificação mais elevada nas pesquisas do Google. Em última análise, o Google está tentando fornecer a melhor experiência do usuário – portanto, quanto melhor for a experiência do usuário no seu site, melhor será sua classificação no Google.

 

6. Não use Flash

Muitas pequenas empresas gostam de executar seus sites usando Flash, pois é fácil de iniciar e é bastante barato. No entanto, o Google sempre classifica os sites em Flash abaixo dos sites executados em plataformas alternativas – parcialmente porque você não pode vincular a uma página individual. Mudar um site baseado em Flash para WordPress aumentará enormemente suas classificações nos mecanismos de busca.

 

7. Atualize o conteúdo regularmente

Tenho certeza de que isso é algo que você faria regularmente – mas mesmo assim, é absolutamente necessário! O conteúdo atualizado regularmente é visto como um dos melhores indicadores da relevância de um site. Certifique-se de mantê-lo atualizado.

 

8. Estrutura de URL

Um URL está lá nas primeiras coisas que um mecanismo de pesquisa usa para determinar uma classificação de página, por isso é vital torná-los fáceis para os spiders pesquisarem. Isso pode ser feito mantendo os URLs curtos (o que também melhora a experiência do usuário), mantendo-os relevantes para o tópico e as palavras-chave da página e garantindo que os URLs ajudem a categorizar as páginas do site.

 

9. Crie links naturais

Outro fator chave de classificação no algoritmo do Google é o número de links internos orgânicos e de qualidade para o seu site. Isso funciona porque o Google classifica a confiabilidade e a relevância do seu site parcialmente como resultado de quantas vezes ele foi recomendado por terceiros. Portanto, é importante monitorar como esses links estão crescendo.

 

10. Monitore seu progresso

Você não saberá se todo o seu árduo trabalho de SEO está valendo a pena, a menos que acompanhe suas classificações de pesquisa. Fique de olho na classificação da sua página por meio de ferramentas como Alexa e a barra de ferramentas do Google. Além disso, é importante verificar seu registro de referência para que você possa ver como os visitantes chegam ao seu site e os termos de pesquisa que estão usando para chegar lá.

Esperamos que você ache este post útil.